Atividades - Escravizados no Brasil (8ºEF)



Ponto de Partida:


O que seria liberdade para uma pessoa escravizada? Essas pessoas podiam ir e vir? Podiam construir família? Podiam exercer práticas culturais (religião, língua, vestimentas, costumes)? Podiam adquirir bens? Contexto: Durante o período escravista, o Brasil atravessou várias fases. Se iniciou no período colonial e acompanhou toda a fase do Brasil império. Ao longo desse período houve inúmeras reações das pessoas escravizadas contra esse sistema. Desde grandes revoltas e formações quilombolas de proporções gigantescas, como Palmares, até levantes menores e ações individuais. A resistência negra no Brasil aconteceu de maneiras diversas, e nesta aula optamos por utilizar fontes de ações individuais de pessoas que reagiram contra a escravidão já no final do século XIX, quando o sistema já apresentava sinais de colapso.


Materiais extras: Música “Crime Bárbaro” de Rincon Sapiência


(ver letra na descrição do vídeo, também disponível abaixo alguns trechos)


O Documentário “Retornados”, disponível no site da Tv Escola, mostra histórias de ex-escravizados que retornaram à África e que desempenharam papel importante na formação das sociedades africanas e brasileiras:

https://tvescola.org.br/programas/programa/retornados/


Avaliação: Leitura e entendimento do roteiro e atividades. Trechos da música Crime Bárbaro -Rincon Sapiência (FONTE 1)


[...] Mesmo estando em desvantagem A sensação é de poder [...] Meu crime a ele eu culpo Bateu em criança, cometeu estupro Proibiu a dança e a religião Gerou confusão interna entre o grupo [...]


FONTE 2 (são trechos de processos criminais de 1875 que envolvem pessoas escravizadas que reagiram de alguma forma à opressão.


1875 Delegacia de polícia de São José do Mipibu

[...]

Chegando ao conhecimento desta delegacia que a escrava Rita de propriedade

de João José de Paiva propinara veneno na comida de ceo dito senhor, e

tornando-se criminosa a dita escrava Rita com tal procedimento ordeno ao

Escrivão que perante mim[...] trazer mandato para res interessado João José de

Paiva senhor da [...] escrava a fim de apresenta-la neste juizo no dia 26 [...] para

interrogala. [...]

Cumprana. São José do Mipibu 25 de Agosto de 1875.

Delegado Paiva

[...]



Interrogatório feito a escrava Rita

[...]

Perguntada quanto seu nome, idade, naturalidade, profissão e residência?

Respondeo chamar-se Rita de idade de vinte e cinco natural desta freguesia

trabalha para eu senhor João José de Paiva e reside no lugar [...] desse mesmo.

Perguntada onde estava a tempo em que se diz ter dado o envenenamento do

seu senhor João José de Paiva?

Repondeo que estava na casa do senhor.

Perguntada se preparava a comida do senhor?

Respondeo que sim [...]


Glossário:

Propinar: ato de colocar veneno.


Autoamento de uma portaria - Envenenamento feito por escrava, C08V22-1875.pdf, Disponível em http://repositoriolabim.cchla.ufrn.br/handle/123456789/7?mode=full acessado em 19/02/2019.





1 – Sobre a fonte 1 responda:


a) Quem é o eu lírico? (a pessoa que está narrando/contando a história da música que mata o senhor de engenho)

b) Como ele se sente após ter cometido este crime?

c) Que justificativa ele dá para este ato violento?



2 – Sobre a Fonte 2 responda:

a) Que documento é este? Quando foi escrito? Quem escreveu?

b) Quem é Rita? Que crime ela está sendo acusada de cometer neste documento?

c) Proponha uma hipótese sobre que motivos poderiam ter levado Rita a cometer o crime do qual é acusada.








 

Conteúdo e habilidades:

Brasil: 1º Reinado

Objetivos: Compreender os fatores que levaram pessoas escravizadas de diferentes regiões do Brasil a se rebelarem violentamente.


(EF08HI16) Identificar, comparar e analisar a diversidade política, social e regional nas rebeliões e nos movimentos contestatórios ao poder centralizado, durante o período regencial do Brasil.

Fonte: (adaptação de) https://planosdeaula.novaescola.org.br/fundamental/8ano/historia/resistencia-afro-brasileira-no-brasil-imperial/5100

Veja outros posts